Nordeste irá investir em tecnologia para segurança pública

Nordeste irá investir em tecnologia para segurança pública

Reunidos em Recife, nesta quinta-feira (07), os nove governadores do Nordeste decidiram por ampliar os investimentos em inteligência na segurança pública da região. No encontro do Consórcio Interestadual de Desenvolvimento Sustentável do Nordeste (Consórcio Nordeste), os chefes do executivo estadual aprovaram a intensificação do grupo de trabalho da segurança pública da região. Governadores reunidos em Recife (Foto: Heudes Regis/GovernoPE) O governador Wellington Dias disse que o objetivo é avançar na tecnologia, de forma que se amplie investimentos em câmeras de segurança, central de acompanhamento de imagens, identificação de criminosos por meio da íris e da face. “São formas modernas que alguns estados já experimentaram e queremos dar condições de integração na região. No Piauí, usarmos o empréstimo do Banco do Brasil para aplicar em tecnologia de segurança”, comentou o gestor. Atualmente, dados de segurança pública do nordeste hoje são centralizados em Fortaleza e, segundo Wellington, essa integração já resultou na queda da violência na região, principalmente no número de homicídios. Nos primeiros seis meses de 2019, segundo o portal G1, a queda de mortes violentas no nordeste foi de 27% em relação ao mesmo período do ano passado. “A segurança pública no Brasil e no nordeste é um tema de permanente preocupação. Os governadores decidem adotar estratégias contínuas de monitoramento e implementação de ações conjuntas para que tais índices continuem sendo reduzidos”, diz a Carta do Recife, assinada pelos nove governadores ao fim de reunião. Piauí é convidado a discutir segurança pública nacional O secretário da Segurança Pública do Piauí, Fábio Abreu, fará parte do grupo executivo para tratar da segurança pública nos estados e no Distrito Federal, criado pelo VII Fórum Nacional de Governadores, no fim de outubro. O Piauí foi convidado a integrar o grupo por ser referência em políticas de combate à violência. O Piauí é o estado menos violento do nordeste, segundo o Atlas Brasileiro da Violência, produzido pelo Fórum Brasileiro de Segurança Pública e divulgado em agosto deste ano pelo Instituto Nacional de Pesquisas Aplicadas, o Ipea. A média é de 20,9 mortes para cada grupo de 100 mil habitantes (dados de 2017). “Temos sido referência no Brasil e estamos sempre buscando estratégias para melhorar nossas políticas de segurança pública”, afirma Fábio Abreu, que é deputado federal licenciado. Fazem parte do grupo executivo os governadores do Distrito Federal (que é o coordenador nacional do Fórum de Governadores), Espírito Santo; Maranhão; Mato Grosso; Rio de Janeiro e Santa Catarina; além dos secretários de Segurança do DF, ES, SC, Tocantins e Piauí.   Fonte: CCom

Dê sua opinião: