Senado

Assinada a ordem de serviço para as obras de rebaixamento da Avenida João XXIII

Serão investidos R$ 42 milhões na estrutura de mobilidade urbana na capital do Piauí

Assinatura da ordem de serviço no DNIT em Brasília

Assinatura da ordem de serviço no DNIT em Brasília Foto: Assessoria parlamentar

O Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes assinou, nesta terça-feira (24), a ordem de serviço para as obras de rebaixamento do trecho do cruzamento da Avenida João XXIII com a Avenida Zequinha Freire, na zona Leste de Teresina.  A solenidade foi realizada na sede do DNIT,  em Brasília.


Ao todo, serão investidos R$ 42 milhões na estrutura de mobilidade urbana. Deste total, cerca de R$ 19,6  foram destinados pelo senador Elmano Férrer (PP), que destacou a importância da obra para a capital do estado. “Estamos felizes em viabilizar este projeto, que terá um grande impacto na vida dos teresinenses [...] Além de melhorar a fluidez no trânsito, a obra vai minimizar os riscos de acidentes na região”, avaliou. 


Segundo o engenheiro Ribamar Bastos, superintendente do Dnit no estado, o prazo para a conclusão da obra é de dois anos. “Em 2018, 22 mil carros passavam diariamente pelo balão da Ladeira do Uruguai. Agora, são mais de 30 mil veículos/dia. O aumento acelerado na circulação de veículos gerou graves problemas, que precisamos resolver”, lembrou.


Durante a assinatura, o ministro de Infraestrutura, Marcelo Sampaio, garantiu a conclusão desta e de outras obras do Governo Federal na capital piauiense, como o viaduto do Mercado do Peixe e a duplicação da BR-343 até a cidade de Altos. "E, no dia 6 de junho, estarei em Teresina, ao lado do senador Elmano, para inaugurar mais um trecho de 5km da duplicação da BR-316", pontuou o ministro.


Durante a solenidade, o senador e ministro-chefe da Casa Civil, Ciro Nogueira (PP), também enfatizou os investimentos do Governo Federal em obras de infraestrutura no Piauí, sobretudo em Teresina.


"Nosso grande gargalo é a situação viária da nossa capital. Os governos anteriores esqueceram muito de Teresina, tanto que ela se tornou a única capital que não tem as suas duplicações. Ficamos muito felizes com a determinação do presidente Bolsonaro de realizar essas obras fundamentais", disse o parlamentar.

Fonte: Assessoria parlamentar

Dê sua opinião: