Moradores do entorno da Barragem do Bezerro debatem regularização

Moradores do entorno da Barragem do Bezerro debatem regularização

Aconteceu nesse último fim de semana uma reunião com os moradores da Vila São Francisco da área de entorno da Barragem do Bezerro, no município de José de Freitas, o encontro ocorreu na associação de moradores da Vila São Francisco. Estiveram presentes na ocasião a diretora geral da Agência de Desenvolvimento Habitacional (ADH), Gilvana Gayoso, diretora de Regularização Fundiária da ADH, Ana Lúcia Gonçalves, Assistente Social, Susana Maria de Aguiar Nunes, Assistente Social, Leiliane Evangelista Costa Ribeiro, Presidente da vila (liderança) Vicente e Assessora da diretora, Adriana. De acordo com a diretora de Regularização Fundiária da ADH, Ana Lúcia, essa reunião abordou sobre a formalização e aquisição de assinaturas de contratos, sendo mais uma das atuações desenvolvida pelo órgão governamental, que visa tirar da informalidade famílias que fixaram suas moradias numa fração de área localizada no entorno da Barragem do Bezerro consolidando assim o aglomerado urbano denominado Vila São Francisco. “A assinatura dos contratos de aquisição dos lotes ocupados por 309 famílias localizados nessa área é mais uma ação de regularização fundiária realizada pela chefia no âmbito do Programa de Regularização e Averbação Habitacional- Moradia Digna”, explica Ana Lúcia. A ação consiste em tirar da informalidade 309 famílias que fixaram suas moradias numa fração de área localizada no entorno da Barragem do Bezerro consolidando assim o aglomerado urbano denominado Vila São Francisco. O processo de regularização foi iniciado em setembro de 2016 compreendendo as etapas de levantamentos em campo com o objetivo de identificar as famílias beneficiárias e o respectivo perfil socioeconômico e cadastramento, elaboração de plantas, memoriais descritivos dos lotes e partidos urbanístico. As atuações de regularização das ocupações informais consolidadas no entorno da Barragem do Bezerro serão concluídas com a formalização dos contratos de aquisição das famílias moradoras do aglomerado urbano Vila São Sebastião constituído de 37 famílias de baixa renda. De acordo com a diretora geral da ADH, Gilvana Gayoso, a Agência está comprometida em cumprir todos os desafios e os cronogramas de reuniões para discutir a regularização. “Nosso trabalho pauta nas demandas de famílias carentes que ainda não possuem de fato a documentação legal da casa própria e dessa forma ajudá-los a realizar esse sonho, que tanto querem”, declara ela.               Fonte: Ascom

Dê sua opinião: