Estudantes e professores da UESPI vaiam governador em Floriano

Estudantes e professores da UESPI vaiam governador em Floriano

Centenas de estudantes e professores da Universidade Estadual do Piauí (UESPI) realizaram uma manifestação na porta do hotel que o governador Wellington Dias estava na noite desta sexta-feira, na cidade de Floriano, no Sul do Estado. Mais de 500 pessoas protestavam sobre a precária situação em que está a Uespi. Os professores e estudantes protestaram na porta do hotel onde o governador estava Com faixas, velas, apitos e palavras de ordem, os professores e alunos da Universidade Estadual do Piauí queriam falar com o governador do Piauí sobre as codições do ensino superior estadual. Atualmente, segundo a Associação de Docentes da Universidade Estadual do Piauí (ADCESP), a falta de professores inviabiliza aulas em 590 disciplinas. No protesto dos professores e alunos da UESPI foi colocado que 104 cursos de graduação estão em funcionamento. E 41% dos cursos funcionam sem a quantidade mínima de docentes. A entidade lembra, ainda, que 51 cursos estão prestes a vencer o reconhecimento. As péssimas condições em que a UESPI se encontra foi o motivo da manifestação As faixas dos manifestantes citavam que a Uespi sangra devido as condições em que se encontra. Os universitários declararam estar de luto e perguntavam pela contratação dos professores que foram aprovados no concurso público que teve o resultado homologado no início do mês de julho deste ano. Os professores e alunos da Uespi isolaram a rua do hotel onde o governador Wellington Dias estava participando de um evento de lançamento da candidatura em Floriano. Confira vídeos abaixo: https://www.youtube.com/watch?v=uGghKYkXUu8 https://www.youtube.com/watch?v=icyTDL3NxG8

Dê sua opinião: