Limma vai propor planos de segurança e gestão de barragens

Limma vai propor planos de segurança e gestão de barragens

O líder do Governo na Assembleia Legislativa, deputado Francisco Limma (PT), vai apresentar, na próxima segunda-feira (11), requerimento para instituição de um grupo de trabalho com os órgãos do Estado a fim de elaborar os planos de Segurança e Gestão das águas armazenadas em barragens no Piauí.

“A segurança hídrica é fundamental para o desenvolvimento social e econômico. Para isso, precisamos de plano com as estratégias de planejamento e de ação para as situações mais críticas de seca e de cheias. Essa audiência pública é só o começo da nossa luta em prol das barragens e resolução da falta de água para população piauiense”, explicou o deputado sobre a audiência pública realizada na quinta-feira (7) para debater o tema . Representantes de diversos órgãos públicos e do setor privado discutiram, ontem, na sala da Comissão de Constituição e Justiça da Assembleia Legislativa do Piauí (Alepi), a falta de recursos hídricos nos municípios do Piauí e a abertura das comportas de barragens. A audiência foi proposta pelo líder do Governo, o deputado estadual Francisco Limma (PT). “Queria, primeiramente, agradecer a presença e participação dos representantes dos órgãos gestores das barragens e demais instituições públicas e entidades privadas que atuam no setor hídrico. Ouvimos as sugestões e vamos apresentar os devidos encaminhamentos para ajudar a solucionar a situação da escassez de água em nosso estado, desde a necessidade de manutenção e segurança das barragens até a criação de câmaras técnicas com órgãos estatais e representantes locais”, defendeu Limma.

Entre os órgãos que participaram do debate, estiveram a Secretaria de Estado da Agricultura Familiar (SAF); a Secretaria de Estado do Meio Ambiente e Recursos Hídricos (Semar); o Departamento Nacional de Obras Contra as Secas; Instituto de Desenvolvimento do Piauí (Idepi); Federação dos Trabalhadores na Agricultura do Piauí (Fetag-PI); Associação dos Irrigantes da Barragem Salinas e Câmaras Setoriais do Estado, entre outros.

Fonte: Assessoria parlamentar

Dê sua opinião:

Veja Também