Municípios

Coordenadoria das Mulheres realiza blitz no Dia Estadual de Combate ao Femicídio

O objetivo foi conscientizar as mulheres para a quebra do ciclo de violência denunciando os agressores

Durante a blitz, homens e mulheres ganharam rosas

Durante a blitz, homens e mulheres ganharam rosas Foto: CEPM

Nesta sexta-feira (27), Dia Estadual de Combate ao Feminicídio, a Coordenadoria Estadual de Políticas para as Mulheres (CEPM), em parceria com a Patrulha Maria da Penha, a Secretaria Estadual da Segurança e o Tribunal de Justiça realizaram Blitz Educativa. O ato ocorreu na avenida Frei Serafim, no Centro de Teresina e teve o objetivo de levar informações para conscientizar as mulheres para quebrarem o ciclo de violência denunciando seus agressores.




Durante a ação foi realizada a distribuição de rosas brancas e amarelas em memória das mulheres vítima de feminicídio no Piauí, além de informativo com os número da Rede de Atendimento às Mulheres em situação de violência doméstica.




A coordenadora Estadual de Políticas para as Mulheres, Zenaide Lustosa, destaca que para lembrar o Dia Estadual de Enfrentamento ao Feminicído, a CEPM tem desenvolvido várias ações. “Hoje estivemos na Blitz com a Patrulha Maria da Penha, com o Tribunal de Justiça e a Secretaria da Segurança, ou seja, a Rede está funcionando. Estamos sensibilizando a sociedade para fazer o enfrentamento à  violência contra a mulher.  É importante que não seja silenciada a violência para que possamos ser acolhidas dentro da Rede de Atendimento às Mulheres. Não podemos continuar morrendo pelo fato de sermos mulheres”.




Já a delegada Eugênia Villa, da Superintendência de Gestão de Risco, pontua que “essa ação acontece de forma integrada com a sociedade civil. O feminicídio precisa ser enfrentado pela sociedade como um todo e essa ação, feita juntamente com polícia comunitária, chama à população para enfrentar o femincídio e a violência contra a mulher em conjunto”.




A comandante da Polícia Comunitária, que abrange a Patrulha Maria da Penha, a coronel Elza Rodriguês, destaca que “essa atividade tem o objetivo educacional de conscientizar a população piauiense da importância do enfrentamento ao femincídio ser feito de forma conjunta com a polícia. Precisamos conscientizar que todas as mulheres têm o direito a sua vida e momentos como esse serve para refletir o nosso papel em prol do combate à violência contra a mulher”, ressaltou.


 

Fonte: CEPM

Dê sua opinião: