Rejane Dias visita fábrica de torres eólicas em Lagoa do Barro

Rejane Dias visita fábrica de torres eólicas em Lagoa do Barro

Wellington e Rejane Dias na fábrica de torres eólicas
Foto: Divulgação/CCom A deputada federal Rejane Dias (PT-PI) acompanhou o governador do Piauí, Wellington Dias, na visita à fábrica de torres, da empresa Nordex/Acciona, localizada no município de Lagoa do Barro, no Sul do Piauí. Na oportunidade, foi inaugurada a brinquedoteca na Unidade Escolar Maria Joana de Jesus, construída em parceria da prefeitura com a empresa Nordex/Acciona. Rejane Dias ficou entusiasmada com a dimensão do empreendimento e as perspectivas que a instalação da fábrica de torres traz para a região. “A Acciona garante  o crescimento  da indústria de energia éolica na região. Eles também são comprometidos com o desenvolvimento no qual empregam 500 pessoas, isso é um impacto muito grande em um município com cerca de cinco mil habitantes. Além disso, desenvolvem um trabalho social e tem investido no futuro das crianças e na educação em parceria com o prefeito Gilson. As crianças de Lagoa do Barro agora podem contar com uma creche e com educação de qualidade. A educação é a base e que é capaz de mudar a vida das pessoas”, entende o governador. "Lembro que em meados do ano 2000, houve uma matéria no Fantástico, onde o jornalista Francisco José dizia que viver nessa região era difícil até para os calangos . E hoje poder ver o desenvolvimento, ruas calçadas, um bom posto de saúde, as pessoas tendo possibilidade de estudarem aqui desde o ensino infantil até o ensino superior, deixando de ir para São Paulo por que tem emprego na região, é muito gratificante. São essas e outras coisas que temos que agradecer a Deus. E vamos seguir buscando investimentos, por que o que queremos é ter um estado desenvolvido, que cuida da sua gente”, defendeu Wellington Dias. O prefeito Gilson Nunes também destacou o desenvolvimento do município e agradeceu tanto ao Governo do Estado quanto à empresa Acciona por estarem contribuindo com o desenvolvimento da região. Na oportunidade, a empresa Acciona também fez a doação de 20 computadores para que os estudantes possam estudar conectados com o mundo. Autoridades posam para fotos durante visita à fábrica
Foto: Divulgação/CCom

Dê sua opinião: