Alepi

Alepi aprova o nome de Anamelka Cadena para a presidência da Agrespi

A delegada foi indicada no mês de janeiro pelo deputado estadual Evaldo Gomes, presidente do partido Solidariedade no Piauí

Alepi aprova o nome de Anamelka Cadena para a presidência da Agrespi

Alepi aprova o nome de Anamelka Cadena para a presidência da Agrespi Foto: Alepi

A Assembleia Legislativa do Piauí (Alepi), aprovou nesta terça-feira (13), por unanimidade, o nome da delegada de Polícia Civil Anamelka Albuquerque Cadena como diretora da Agência Reguladora dos Serviços Públicos Delegados do Estado do Piauí (Agrespi).

Anamelka Cadena é bacharel em Direito pelo Instituto Camilo Filho, tendo se formado em 2009. É natural de Parnaíba, tem 36 anos, e atualmente ocupa o cargo de delegada de Polícia Civil. Tem experiência na área do Direito, com ênfase em Direito Penal e pós-graduação em Direito Penal e Direito Processual Penal.

“Estamos assumindo essa missão com o objetivo de que o projeto prospere. O governador Wellington Dias, ao definir essa tarefa, quer um controle da política de regulação para garantir a segurança jurídica dos contratos e projetos de regulação de todos os serviços públicos, inclusive preservando os direitos dos usuários dos serviços públicos e que é o destinatário de todos os serviços que o Estado executa”, afirmou, logo após a aprovação do seu nome para o cargo.

Anamelka disse que estava honrada pela indicação do governador e com a aprovação unânime dos deputados. “Temos que fazer muitos ajustes, principalmente em relação a alguns serviços que ainda são regulados por agências nacionais. Para isso teremos que fazer alguns ajustes locais e para isso teremos que contar com o apoio dessa Casa”, explicou.

Agrespi

A Agência Reguladora dos Serviços Públicos Delegados do Estado do Piauí – AGRESPI é uma autarquia sob regime especial, vinculada diretamente ao chefe do Poder Executivo Estadual, dotada de autonomia administrativa, orçamentária e financeira.

Criada pela Lei Estadual nº 7.049/2017, em 16 de Outubro de 2017 e tem por finalidade regular e fiscalizar os serviços, o saneamento básico, transportes, gás canalizado e infraestrutura geral e demais serviços públicos delegados do Estado do Piaui. Também poderá exercer a regulação de serviços de competências de outras esferas de Governo, desde que lhe sejam delegados mediante convênio, acordo, contrato ou outros instrumentos congêneres.

Fonte: Alepi

Dê sua opinião: