PODER

Governadores do Piauí, Maranhão e Bahia chamam Jair Bolsonaro de "mentiroso"

“O presidente da República confunde e engana a população ao informar dados distorcidos", lamenta Wellington Dias

Jair Bolsonaro rindo à toa

Jair Bolsonaro rindo à toa Foto: Reprodução

Os governadores do Piauí, Wellington Dias (PT), e do Maranhão, Flávio Dino (PCdoB) chamaram o presidente Bolsonaro de enganador e mentiroso, ao divulgar dados  “distorcidos” sobre a Covid-19.

“O presidente da República confunde e engana a população ao informar dados distorcidos. As transferências constitucionais obrigatórias e os benefícios previdenciários não podem ser vistos ou divulgados como ação extraordinária do governo federal. São recursos que cada estado e município tem direito pelo pacto federativo. Não é favor algum”, reclamou Wellington Dias

“Estamos à beira de um colapso nacional na rede hospitalar. Chegamos a 255 mil óbitos no Brasil, mais de mil pessoas morrendo por dia e milhares sofrendo em hospitais lotados. Em que contribui atitudes como esta do presidente?”, questionou o governador do Piauí.

Flávio Dino prometeu ingressar na Justiça contra mais uma “mentira federal”. “A mentira federal sobre repasse de recursos ao Estado do Maranhão é tão absurda que o valor ‘informado’ (R$ 36 bilhões) equivale quase ao dobro do orçamento do Estado em 2020. Vamos ter que, mais uma vez, entrar na Justiça por essa vergonhosa fake News”, avisou o governador do Maranhão.

"Se somarmos os gastos de Executivo, Legislativo, Judiciário e Ministério Público, chegamos em R$ 50 milhões", compara Rui Costa. "O presidente, em vez de distribuir vacinas, segue distribuindo fake news, sem qualquer respeito pela verdade e pela vida", acrescentou o governador da Bahia.

Fonte: Redação/ Instagram

Dê sua opinião: