PODER

Dr. Pessoa irrita a base ao prometer tratamento igual para todos os vereadores

"Não terá vereador de primeira hora. Todos vão ser tratados iguais. O que darei a um, darei a todos”

Dr. Pessoa irá discutir fim da greve com os professores da rede municipal de ensino

Dr. Pessoa irá discutir fim da greve com os professores da rede municipal de ensino Foto: PMT

Surtiu o efeito contrário a visita “surpresa” do prefeito de Teresina, Dr. Pessoa (MDB), à Câmara Municipal, na manhã desta quarta-feira (17). Se havia insatisfação entre os vereadores apoiadores de Pessoa, essa irritação ficou ainda maior após o prefeito afirmar que todos serão tratados do mesmo jeito, sem privilégio. "Não terá vereador de primeira hora. Todos vão ser tratados iguais. O que darei a um, darei a todos”.

A frase foi um balde de água fria nos emedebistas, que pretendiam conquistar um espaço maior dentro da prefeitura.

Como frisou o próprio prefeito, não houve convite. “Não teve convite, fui eu que me convidei”, disse Dr. Pessoa, que foi recebido no gabinete do presidente Jeová Alencar (MDB). "Não terá vereador de primeira hora. Todos vão ser tratados iguais. O que darei a um, darei a todos

“Aqui é uma casa livre, é um poder livre, eu vim porque estava com saudade de tomar um café. Eu não vim à Câmara para pressionar vereadores ou grupo porque não é o meu estilo”, ressaltou o prefeito.

“Não tem imposição de votar hoje ou qualquer outro dia, eu disse amistosamente aos vereadores que nós devemos caminhar com o mesmo objetivo de servir bem o povo de Teresina. Mas, eu não vim por isso”, insistiu.

Os vereadores que foram ao gabinete de Jeová Alencar deixaram o recinto quase que ao mesmo tempo rumo ao Plenário, onde haveria sessão ordinária. A debandada de vereadores deixou uma sensação de mau estar entre os presentes, inclusive secretários municipais que acompanharam Dr. Pessoa na visita. Até o presidente Jeová Alencar saiu do recinto, deixando pessoa falando sozinho com os jornalistas.

Fonte: Paulo Pincel

Dê sua opinião: