Vereadores investigam crime de improbidade administrativa de prefeito


Os vereadores do município de Cristino Castro, sul do estado do Piauí, aprovaram em sessão plenária a abertura de um processo de investigação contra o prefeito do município, Dr. Manoel Júnior, que agora está sob ameaça de ser cassado. A acusação é de que o gestor tenha cometido improbidade administrativa.

Durante a sessão, também foi aprovada a abertura da Comissão de Apuração das Denúncias, que será formada pelos vereadores, Asteclides presidente, Flávio Santos (relator) e Francisca Cesário (secretária).

A denúncia foi votada e aprovada por unanimidade, os vereadores da base do prefeito também votaram a favor do recebimento do processo. O legislativo apresentou 15 denúncias que serão investigadas, as denúncias foram registradas pelo ex-prefeito do município, Zacarias Dias. Agora a câmara tem até 90 dias para julgar o caso, a Comissão irá notificar o prefeito.

A assessoria jurídica do executivo disse que houve um acordo com o próprio prefeito para que os vereadores da base votassem a favor do processo, para em seguida realizar a defesa, pois o gestor nada teme e provará na justiça a sua inocência. O prefeito, Dr. Manoel Júnior, será ouvido pelo legislativo para que possa se defender das acusações.