Vereadores de Parnaíba derrubam decreto assinado por Mão Santa


A Câmara Municipal de Parnaíba decidiu pela continuidade do contrato existente entre a prefeitura do município e a Agespisa para o fornecimento de água e a responsabilidade pelo sistema de esgoto da cidade.

A decisão foi tomada durante votação na sessão do legislativo municipal realizada nesta segunda-feira (31).

O prefeito de Parnaíba, Mão Santa, havia assinado um decreto e publicado no Diário Oficial da União, no dia 28 de dezembro, que anulava o contrato com a Agespisa. Mão Santa decretou, também, estado de emergência por 180 dias no município.

A ação do prefeito parnaibano fazia com que os serviços de água e esgoto da cidade se tornarem municipalizados.

A Agespisa, ao saber da decisão dos vereadores de Parnaíba de continuidade ao contrato, divulgou uma nota agradecendo a Câmara de Parnaíba e destacando que a decisão mostra o compromisso dos parlamentares parnaibanos com a cidade.