Vereador não aceita criticar prefeito e rompe com João Mádison


O líder do MDB na Assembleia Legislativa do Piauí, deputado João Mádison, está em um período de muitos problemas políticos. Nesta semana, por pouco, ele não foi às vias de fato com o colega parlamentar Franzé Silva (PT), numa reunião na Comissão de Finanças. E agora, o deputado emedebista perde o apoio político do vereador de Corrente, Raimundo Augusto Vieira, mais conhecido como Gutão.

O radialista e vereador Gutão apoiou João Madison por 14 anos

O vereador Gutão anunciou o rompimento com o deputado João Mádison através das redes sociais. Segundo ele, o motivo foi o fato de João Mádison querer que ele fizesse criticas de baixo nível ao prefeito de Corrente, Murilo Mascarenhas (PP), no programa jornalístico que apresenta na rádio Cerrado. A emissora é do deputado João Mádison.

Nas redes sociais, o vereador correntino disse que João Mádison queria que ele brigasse “com o prefeito, brigasse com as pessoas. E que tinha que usar o microfone para fazer confusão. Aí depois vinham os problemas pra mim, vinham os processos pra mim”.

O vereador Gutão disse ainda que iria deixar o deputado João Mádison fazer o que achasse que devia fazer de errado. Porém, ninguém iria lhe amarrar com cabos de microfone. O vereador deixou a rádio do parlamentar.

Gutão está no terceiro mandato de vereador. Na última eleição municipal obteve mais de 700 votos. Foi presidente da Câmara de Corrente em duas gestões. E presidiu a Associação dos Vereadores do Piauí. Ele fazia parte do grupo do deputado emedebista cerca de 15 anos. Gutão é radialista há mais de 30 anos.

Corrente é a principal base eleitoral e a terra natal do deputado João Mádison.