Teresa Britto visita hospitais públicos e denuncia descaso com servidores


Durante o período carnavalesco, a deputada estadual Teresa Britto (PV) fez visitas ao Hospital de Urgência de Teresina – HUT, a Maternidade Dona Evangelina Rosa e ao hospital da cidade de Barro Duro. Ela conversou com os pacientes e com os funcionários.

Teresa Britto registrou pacientes nos corredores do Hospital de Urgência de Teresina

Na segunda-feira (04), Teresa Britto, que é a vice-líder da oposição na Assembleia Legislativa do Piauí, esteve na Maternidade Dona Evangelina Rosa. Ela conversou com pacientes e profissionais sobre as condições de trabalho e atendimento aos usuários. Segundo a parlamentar, a maternidade ainda enfrenta muitas dificuldades. Ela denunciou que os funcionários da Evangelina rosa estão passando dificuldades com atrasos salariais.

“Os terceirizados da empresa Limpel estão cinco meses sem receber seus salários, contratados sem receber décimo terceiro e salários a dois meses atrasados. Também não receberam ticket alimentação e vale transporte. Estão com dificuldade até para chegarem ao trabalho”, afirmou Teresa Britto.

Na terça-feira de carnaval, a vice-líder da oposição constatou que uma jovem, com o fêmur fraturado, estava aguardando há 15 dias para fazer uma cirurgia na perna. A Central de Regulação do SUS não havia feito a regulação. A deputada do PV quer mais celeridade na regulação dos leitos nos hospitais públicos e conveniados pelo SUS.

Na maternidade a deputada conversou com servidores e terceirizados

Teresa Britto visitou, também, o HUT.

No Hospital de Urgência de Teresina a parlamentar conversou com os pacientes e com os profissionais da área de saúde. Para ela, “ainda tem um pouco de pacientes no corredor principal, mais nada comparado com os anos de 2010 até início 2016. Naquele período tinham 700 pacientes e capacidade de atender 289, todos os corredores do hospital superlotado”.

Porém, Teresa Britto ressaltou que 70% dos pacientes internados na urgência são de outros municípios. Segundo a parlamentar, isso mostra a real necessidade de se fazer uma saúde melhor nas cidades do Piauí.

A deputada estadual afirma que vai “cobrar do nosso governador mais investimentos em saúde pública, buscando fortalecer os hospitais regionais”.