Quem tem voto, tem valor, tem cargo


A política do Piauí é interessantíssima. Esta semana, a novidade foi que o marido da sobrinha do deputado federal e senador eleito, Marcelo Castro (MDB), foi escolhido pelo presidente Jair Bolsonaro para comandar o Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes – DNIT. A polêmica colocada foi por que o tio da esposa do escolhido para o DNIT, era um político que fez a campanha e votou no candidato do PT, Fernando Haddad, para presidência do Brasil. O nomeado para o cargo do DNIT é Luis Guilherme Rodrigues de Mello. E vale lembrar que o presidente Bolsonaro vai precisar da Câmara dos Deputados e do Senado. Dia primeiro de fevereiro, o emedebista Marcelo Castro se assume sua cadeira de senador. O presidente precisa do parlamento. Marcelo Castro foi eleito. Quem não tem voto, não tem valor. Reticências e ponto final.