Produtores querem criar a Frente Parlamentar da Agropecuária do PI


Nacionalmente pesquisas da Embrapa Territorial apontam que 30% da área da região produtora de soja Matopiba (Maranhão, Tocantins, Piauí e Bahia) é destinada a preservação da vegetação nativa. Os dados referentes a essa preservação no Piauí serão conhecidos detalhadamente no dia 16 de setembro.

A Associação Brasileira dos Produtores de Soja do Estado do Piauí vai apresentar em um evento, com a participação de várias autoridades, produtores e representantes da comunidade, o estudo “Análise territorial do Cadastro Ambiental Rural (CAR) do Piauí”.

O estudo, produzido pela pelo Grupo de Inteligência Territorial Estratégica (GITE) da Embrapa Territorial e será apresentado pelo pesquisador Dr. Gustavo Spadotti (Embrapa Territorial, Campinas-SP) vai detalhar este dado em nível de Piauí mostrando quantidades e localização por município das áreas preservadas.

O pesquisado Dr. Gustavo Spadotti, da Embrapa Territorial em Campinas-SP, fará a apresentação do tema. Na mesma ocasião será também apresentada ao Piauí a “Carta de Palmas”, manifesto que ratifica o compromisso com a sustentabilidade do agronegócio da região do MATOPIBA (Maranhão, Tocantins, Piauí e Bahia). Também será criada a Frente Parlamentar da Agropecuária do Piauí (FPA-PI) para debater, juntamente com o setor agropecuário, suas demandas e as matérias de interesse no Legislativo Piauiense.

 

 

 

 

 

 

Fonte: Ascom