Ministro do STF arquiva inquérito que investiga Ciro Nogueira e Iracema Portella


O ministro Luiz Fux, do Supremo Tribunal Federal, determinou o arquivamento do inquérito n° 3910, em trâmite no STF, que investigava o senador Ciro Nogueira e a deputada federal Iracema Portella, sob acusação de formação de quadrilha, lavagem de dinheiro, tráfico de influência e outros crimes. A decisão atendeu a promoção de arquivamento feito pela Procuradora-geral da República, Raquel Dodge. A acusação era que o senador piauiense e a esposa teriam feito parte de um grupo que utilizava os contratos publicitários do Ministério das Cidades desviando os recursos. Havia, também, a denúncia que Ciro Nogueira e outros políticos usaram uma empresa de locação de carros para emitir notas fiscais sem terem locados os carros. A denúncia fora feita de forma anônima sem nenhuma prova concreta.