Margarete acredita que Wellington interferirá na eleição da ALEPI


A ex-governadora e deputada federal eleita Margarete Coelho (PP) acredita que o governador Welligton Dias tome uma posição para o lado de um dos candidatos a presidente da Assembleia Legislativa do Piauí, os

A deputada federal acredita numa conversa de consenso

deputados aliados Themístocles Filho (MDB) e Hélio Isaías (PP).

A eleição para o comando do legislativo estadual será no dia 1º de fevereiro.

“É uma eleição interna, desta casa, mas não se pode dizer que a posição do governador não tem importância, porque tem sim. E também não se pode dizer que o governador será isento, porque na política não há essa isenção, você tem que se posicionar em determinado momento. Não acho que isso de forma alguma irá abalar as bases do governo, volto a dizer, essa é uma eleição interna, daqui desta casa, os deputados que vão decidir”, afirmou a deputada eleita Margarete Coelho.

A ex-governadora considera que o PP e o MDB pode, ainda, chegar a um consenso. Para ela, a porta da negociação na política nunca pode ser fechada. Margarete Coelho acredita que os líderes dos dois partidos irão conversar e chegar a conciliação.

O governador Wellington Dias está de licença e viajando para Israel. É uma viagem familiar e a previsão de retorno dele é no dia 29 deste mês. Ele estará no Brasil dois dias antes da eleição para a presidência da Assembleia Legislativa do Piauí.