Gustavo Neiva contesta afirmação de Wellington Dias sobre empréstimo


Deputado Gustavo Neiva tem dúvidas sobre o banco

O líder da oposição na Assembleia Legislativa do Piauí, deputado Gustavo Neiva (PSB), apresentou na manhã desta segunda-feira (07) informações oficiais que contestam a afirmação do governador Wellington Dias (PT) onde declarou que a operação de crédito do governo do Estado com o Banco Brasil Plural possuía o aval dos órgãos de fiscalização.

Segundo Neiva, o governador afirmou que a operação de empréstimo possuía o entendimento do Banco Central e do Tesouro Nacional. E foi a partir da provocação dessas entidades que se obteve respostas que se contrapõem ao que foi afirmado pelo governador do Piauí.

Conforme Gustavo Neiva,  “o tesouro nacional foi categórico em afirmar que não participou de nenhuma tratativa com o Governo do Estado para a operação de crédito”. O parlamentar lembrou ainda que de acordo com uma consulta no sistema, até a presente data, não há nenhum processo de pedido de avaliação por operação de crédito por parte do Governo do Estado do Piauí.

Também foram requeridas informações nesse sentido por parte do Banco Central. Até o presente momento o órgão ainda não possuía respostas oficiais sobre o assunto, mas já teria encaminhado o requerimento do deputado para o setor de fiscalização.

O documento emitido pelo Banco Central orientou que o deputado encaminhasse a solicitação, também para o Ministério Público do Estado do Piauí (MP-PI) e o Tribunal de Contas do Estado do Piauí (TCE-PI).

Segundo Neiva, as respostas obtidas pelo Banco Central e Tesouro Nacional desmentem o que foi dito pelo Governador Wellington Dias, pois ambos os órgãos afirmam que não haver qualquer tipo de operação de empréstimo tramitando nesse sentido. Gustavo finaliza que “cada episódio que vai se passando, as dúvidas só vão aumentando e mais suspeitas sobre essa operação de crédito junto ao Brasil Plural só aumentam”.