Governos são criticados por entidades camponesas


Durante audiência pública na Assembleia Legislativa em homenagem aos 20 anos do Programa Nacional de Educação na Reforma Agrária (Pronera) no Piauí, representantes do movimentos sociais criticaram os governos federal e estadual, cobrando mais educação no campo. A audiência foi proposta pelos deputados Elisângela Moura (PCdoB) e Francisco Limma (PT).

O representante da Educação no Campo, Messias Nassau, lembrou do corte de recursos para as universidades públicas pelo governo federal e cobrou do Estado a regulamentação da educação no campo e também vagas em concursos públicos. “A educação no campo precisa ser reforçada e ampliada, não diminuída”, disse.

Altamiran Ribeiro, da Comissão da Pastoral da Terra, também reforçou a importância da educação no campo e pediu que a ALEPI discuta junto ao Governo do Estado as mudanças na política agrária. “A educação é ampla e o Piauí é um estado feito de vários povos, e todos merecem qualidade de vida em suas comunidades. Todos tem o direito a permanecer em sua terra e ter educação de qualidade”.

Presente na solenidade, a vice-governadora do Piauí, Regina Sousa, parabenizou os deputados pela proposição da solenidade e criticou o governo federal. “Temos que resistir e garantir os direitos que o povo lutou para conseguir. Precisamos dialogar com as massas para que todos tenham conhecimento”.

Lilian Maria Sousa, do Movimento dos Pequenos Agricultores, lembrou que os movimentos sociais foram a “peça chave que garantiu o que conseguimos hoje”.

Por último, Josiel da Silva Santos, do Movimento Trabalhista Sem Terra, cobrou do governo estadual uma marca no trabalho em favor do homem do campo. “O governador Wellington Dias está no  quarto mandato e é lamentável que o Piauí não tenham avançado na reforma agrária. Além disso, precisamos também de políticas públicas concretas e com recursos para a educação no campo de qualidade. O Piauí tem o maior índice de analfabetismo no campo deste país”, finalizou.

 

 

 

 

 

 

 

Fonte: Alepi