Governo do Piauí vai demitir quase 4 mil servidores terceirizados


O novo governo Wellington Dias deverá demitir quase 4 mil servidores terceirizados. A Comissão de Gestão Financeira e Gestão por Resultados registrou que a gestão estadual te 5.065 servidores terceirizados, que custam para os cofres estaduais, mensalmente, R$ 16,9 milhões.

A proposta da Comissão de Gestão Financeira e Gestão por Resultados é de que o governo faça a demissão de 3.828 funcionários terceirizados. Essa demissão em massa realizada pelo governo Wellington Dias provocará uma economia de R$ 12,75 milhões. O Decreto nº 020, publicado no Diário Oficial, determina o número de terceirizados que deve sair de cada órgão do governo estadual.

Na Secretaria Estadual de Saúde, a Comissão de Gestão Financeira e Gestão por Resultados constatou que há 821 terceirizados. A proposta é de que 616 deixem de trabalhar lá. Na UESPI, 344 terceirizados serão demitidos, de um total de 459. Na Secretaria de Fazenda, por exemplo, dos 443 terceirizados lotados, ficarão apenas 108.

Agora, a grande curiosidade é de como serão os critérios selecionados para fazer a lista de servidores terceirizados na lista de demissão.