Franzé Silva quer acesso para estagiários com deficiência


Como forma de garantir a aplicação da lei estadual que destina 10% das vagas na administração pública para estagiários com algum tipo de deficiência, o deputado estadual Franzé Silva reuniu-se na manhã desta quinta-feira (12) com o secretário da Administração e Previdência (SEADPREV), Merlong Solano e o secretário Estadual para Inclusão da Pessoa com Deficiência (SEID), Mauro Eduardo.

O parlamentar demonstrou interesse em garantir o acesso de estudantes de nível médio, fundamental e superior com deficiência no mercado de trabalho por meio de programas como Jovem Aprendiz e estágios regulares. Na oportunidade, o deputado ainda solicitou uma atenção especial do governo em relação aos jovens com Transtorno do Espectro Autista – TEA, para que também sejam beneficiados com a lei.

“Hoje conversamos com o secretário Merlong Solano para que possamos colocar em execução essa lei de autoria da deputada Rejane Dias. Também tratamos aqui sobre a possibilidade de termos um novo programa que contrate pessoas com autismo, através de bolsas. Com isso, esperamos que empresas privadas sigam o exemplo do estado para que assim possamos incentivar ainda mais a empregabilidade de pessoas com deficiência em nosso estado”, afirmou o deputado.

Durante a reunião, ficou acertado que será feito um termo de cooperação entre a SEAD e a SEID para que a medida seja executada o mais breve possível. “Ficamos felizes com a receptividade do secretario Merlong Solano e também com o empenho do secretário Mauro Eduardo, e acreditamos que em breve teremos boas noticias”, concluiu.

Segundo dados divulgados pelo Cadastro Nacional de Empregados e Desempregados (Caged), em 2018 o país contratou 46,9 mil Pessoas com Deficiência (PcD). Desse total, pouco mais de 2 mil foram contratações específicas de jovens aprendizes e estagiários.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Fonte: Ascom