Firmino Filho destaca Agenda 2030 em conferência global em Curitiba


Durante participação na Smart City Expo Curitiba nesta quinta-feira (21), o prefeito de Teresina, Firmino Filho, destacou algumas ações de planejamento da gestão municipal para tornar a cidade mais resiliente. A conferência global, que discute o uso de tecnologia em diferentes áreas da gestão de operação e planejamento das cidades, segue com programação até esta sexta-feira (22).

A Agenda 2030 busca fazer inovações baseada na sustentabilidade

“Este é um evento importante da América Latina. Várias experiências do mundo a fora são aqui expostas e Teresina está aqui, com sua equipe de trabalho, para aprender com essas inovações e, ao mesmo tempo, para colocar um ponto da sua experiência. A Agenda 2030 busca fazer inovações para que ao longo do tempo nós possamos construir uma cidade do futuro com qualidade de vida, mas que seja baseada na resiliência e na sustentabilidade e Teresina busca participar dessa evolução das cidades como um todo”, disse o prefeito.

A convite da ONU Habitat, a vivência da Prefeitura de Teresina no evento facilita o entendimento sobre os conceitos de cidades inteligentes e possibilita a aquisição de informações sobre as soluções mundiais para um futuro de resiliência e de sustentabilidade.

“Estamos expondo o que nossa cidade está fazendo para construir uma cidade mais resiliente com foco especial na mudança do clima. Trouxemos também representantes da Secretaria de Concessões e Parcerias e da captação de recursos para conhecer maiores sistemas de cidades inteligentes, novos projetos e tecnologias que a gente pode implementar, pensar como fazer uma Teresina mais inteligente, porém sem perder o foco de inteligente para as pessoas e construir mais capacidade, tanto do setor público, como da sociedade civil, para ela também produzir conhecimento e Teresina ter um maior desenvolvimento econômico a partir disso”, afirmou Gabriela Uchôa, coordenadora da Agenda 2030 que também participa do evento.

Participam da conferência pessoas da sociedade civil, representantes de empresas e governos locais e nacionais. Eles estão discutindo sobre liderança pública para cidades inteligentes; processos participativos: além da coleta de dados para o planejamento colaborativo; planejamento de cidades sustentáveis e resilientes; revisão do Plano Diretor das cidades para cidades inteligentes e estruturas de planejamento urbano para cidades inclusivas e inovadoras.

De organização da Fira Barcelona, o Smart City Expo Curitiba tem como temas centrais: Viabilizando tecnologias para cidades inteligentes; governança em sociedades digitais; cidades criativas, sustentáveis e humanas; planejando cidades inovadoras e criativas.

 

 

Fonte: Ascom/PMT