Encontro de governadores visa buscar investimentos do exterior


Aconteceu na tarde desta quarta-feira (21), no Blue Tree Towers Rio Poty, em Teresina, a reunião do Consórcio Interestadual de Desenvolvimento Sustentável do Nordeste. O evento iniciou a partir das 14h, e reuniu sete dos nove governadores da região, além de dois vice-governadores.

Wellington Dias foi anfitrião dos governadores do Nordeste

O encontro, que visa estabelecer diretrizes para o desenvolvimento da região Nordeste, serviu de base para as próximas tratativas do acordo mútuo. Conforme o governador “Existem particularidades em cada estado, mas se olharmos as pautas prioritárias do Nordeste, veremos as grandes pautas do Piauí. Trabalhar isoladamente é positivo, mas coletivamente tem efeito muito maior”.

O governador Wellington  completa. “Esta tarde será um momento importante para o Piauí e para o Brasil. Vamos ter a oportunidade de aprovar diversos projetos de integração e de cooperação entre os estados do nordeste. Então, o consórcio se concretiza como um instrumento moderno e eficiente e que trará bons resultados”, destacou o governador.

Segundo o governador, no encontro já devem ser definidas as bases para o edital do primeiro sistema de compra conjunta na área da saúde. “No encontro temos uma pauta que foi definida na Bahia, na qual deveremos aqui já ter as bases para o edital do primeiro sistema de compra conjunta na área da saúde. Estamos falando de mais de R$ 2 bilhões em compras governamentais por ano nessa área”, afirmou Wellington.

O governador ressaltou ainda que será discutido o mapa das oportunidades para investimentos no Brasil e no exterior. “Vamos fazer uma rodada de negociações para investimentos no Brasil e fora do país, assim, queremos pautar aqui as áreas que vamos priorizar. Vamos ter a oportunidade, aqui, de tratar, com a presença da representação da Câmara Brasil – Países Árabes; da Câmara da América, que engloba México, Estados Unidos e Canadá; da Europa, que já está marcado para novembro. Devemos ter o governador Rui Costa apresentando os entendimentos últimos desta área. Além da China, com a ideia de ter uma representação no consórcio pela importância da relação com o país” afirmou Dias.