Deputado Robert Rios será candidato a prefeito de Teresina

O deputado estadual Robert Rios (DEM) pretende concorrer ao cargo de prefeito de Teresina, nas eleições de 2020. O líder da oposição na Assembleia Legislativa pretende fortalecer o partido para as eleições municipais. Robert Rios foi bem votado em Teresina, quando disputou no ano passado, para senador. Ele faz parte de uma aliança de políticos de oposição que fazem parte do DEM, PSB, PSC e PSDB. As eleições para a prefeitura de Teresina e para a Câmara Municipal da capital piauiense promete.

Respeito ao deputado Fábio Novo

Os ataques feitos ao deputado estadual Fábio Novo (PT), através das redes sociais, surgem de pessoas que não entendem o que é liberdade de expressão e direito de viajar para o exterior (com o próprio dinheiro). É importante que se saiba que o deputado Fábio Novo está de recesso parlamentar e não faz parte da comissão que fica de plantão nesse período. Vale lembrar que homofobia é crime. Como vale lembrar, também, que Fábio Novo obteve 35.714 votos dos piauienses. Teve mais votos do que 12 deputados eleitos. Em outras palavras tem o aval dos piauienses para estar no parlamento estadual. Respeitem Fábio Novo.

Agespisa desrespeita a população de Picos

Na cidade de Picos, os moradores do bairro DNER estão oito dias sem saber o que é água da Agespisa. A população liga para a gerência da Agespisa e nada é resolvido. Quem está feliz com a situação são os vendedores de água mineral e os donos de carro-pipa. Os moradores estão preocupados com o risco de entrar o ano de 2019 com sede e sem banho. Já há um grupo de moradores com intenção de processar a empresa responsável pelo abastecimento de água na cidade.

Ação de Gracas ao novo Governo

 Foi realizado, na noite desta quinta-feira (27), na Segunda Igreja Batista de Teresina, culto em Ação de Graças pela posse do governador eleito Wellington Dias e a vice-governadora eleita Regina Sousa, ambos do PT. O culto contou com a presença de muitos deputados estaduais e federais. E claro, aliados que não querem ser esquecido no novo governo de Wellington Dias.

Georgiano Neto reforça apoio a Themístocles Filho

O deputado estadual Georgiano Neto (PSD) confirma a declaração que deu na emissora de TV de que para ele o consenso para a presidência da Assembleia Legislativa do Piauí é o deputado emedebista Themístocles Filho. Segundo ele, o seu posicionamento é pessoal e ninguém o fará mudar de ideia. Georgiano Neto é mais um deputado que anuncia apoio a candidatura de Themístocles Filho para a reeleição para presidente do Poder legislativo piauiense. Themístocles Filho está somando os votos. Se conseguir 15 votos estará eleito. Ele é mais velho que o deputado Hélio Isaías (PP). Porém, há parlamentares que afirmam que a vitória do emedebista será de goelada. Quem viver, verá.

Deputados darão plantão na Assembleia Legislativa

A Assembleia Legislativa do Piauí está de recesso. Porém, uma Comissão Parlamentar ficará atuando nesse período. A comissão é formada pelos deputados Themístocles Filho (MDB), presidente do legislativo estadual, e os colegas de partido João Madison e Severo Eulálio. Os parlamentares Evaldo Gomes (PTC), Fernando Monteiro (PRTB), Dr. Pessoa (SDD), Flora Izabel (PT), Flávio Nogueira Júnior (PDT) e Marden Menezes (PSDB), também, compoem a Comissão Parlamentar. No dia primeiro de janeiro os deputados voltam para a Assembleia Legislativa participarem da solenidade de posse do governador Wellington Dias e da vice-governadora Regina Sousa.

Dr. Pessoa será candidato se tiver “forte estrutura”

O deputado estadual Dr. Pessoa (SD) se despediu do cargo parlamentar e informou que poderá disputar a eleição para prefeito de Teresina em 2020. Porém, para enfrentar esse desafio para o comando do executivo municipal, Dr. Pessoa deixou bem claro que irá se tiver o apoio de uma estrutura política e financeira. O deputado fez questão de esclarecer que não será candidato a prefeito da capital piauiense numa aventura. Se não houver essa “estrutura”, ele pode ser candidato a vereador ou não. O tempo irá mostrar.

Consenso só se Themístocles Filho desistir

O senador Ciro Nogueira, presidente nacional do Progressistas, disse nesta segunda-feira (17) na rádio Cidade Verde FM, que só há consenso na eleição da Assembleia Legislativa do Piauí se o atual presidente da Casa, deputado Themístocles Filho (MDB), desistir da reeleição. Ciro disse ainda que o acordo com o PT de que o PP lançaria candidato para a Assembleia Legislativa em 2019 vem sendo tratado desde de 2014. Porém, tem petistas que não comungam com esse acordo. O deputado petista e líder do governo, Francisco Limma, afirmou que a decisão final só lá pelo dia 25 de janeiro. Segundo ele, até o PT pode lançar um nome. E reforçou dizendo que no legislativo estadual há 30 possíveis candidatos a presidência do poder. Parece que essa união dos deputados da base do governador Wellington Dias não está tão unida. Enquanto isso, Themístocles Filho fica igual passarinho na muda. Calado.

Vereadores Independentes Futebol Clube

A Câmara dos Vereadores de Teresina começa a formar um grupo de parlamentares independentes. Mesmo esses vereadores sendo da base do prefeito Firmino Filho (PSDB). Enzo Samuel (PCdoB), Luís André (PSL), Dr. Lázaro (PPS), Aluísio Sampaio (PP) e Gustavo Gaioso (PTC) começam a demonstrar que não tem planos de acompanhar todos as orientações do prefeito de Teresina. A famosa “Lei do Uber” foi uma demonstração disto. Os cinco vereadores parece que não notaram, ainda, que podem se tornar um grupo dentro do parlamento municipal. Um grupo independente. Firmino Filho vai engolir esse prato?

Sem a foto oficial vem mais dinheiro

Encerrando o Governo Michel Temer fica indiscutível que foi o presidente do Brasil que mais liberou recursos para o Piauí. E claro para a gestão de Wellington Dias. Os ex-presidentes Lula e Dilma, do mesmo partido de Wellington Dias, não liberaram tanto dinheiro para a terra mafrense com Temer. E com um detalhe interessante: no gabinete do governador não foi colocada a foto do presidente Michel Temer. Os petistas justificavam que ele foi um golpista e ajudou a derrubar Dilma Rousseff. Mas, o presidente emedebista mandou muito dinheiro para o Piauí. Talvez essa fórmula de ser contra o presidente possa dar certo novamente com o presidente eleito Jair Bolsonaro. Wellington votou contra o Capitão. Ajudou a derrota-lo no Piauí com um oercentual altissimo e representa os governadores do Nordeste (região fortemente ligada ao PT). Se o governador Wellington Dias não colocar a foto de Bolsonaro no seu gabinete, o Piauí irá receber muitos recursos no próximo ano do governo federal. Pode acreditar.