Campus da UESPI de Bom Jesus funciona apenas um turno


Os alunos da UESPI campus Dom José Vasquez, localizada na cidade de Bom Jesus, denunciaram a situação da Universidade no primeiro dia de sabatina com candidatos a governador, realizado na sexta-feira, 28. Na oportunidade foram levantados problemas como a falta de transporte para os alunos e o desuso do campus, que têm aulas apenas no período noturno.

A sabatina contou com aproximadamente 90 pessoas, sendo escolhidas cinco previamente definidas para discutirem com o candidato a governador Valter Alencar (PSC) temas sobre a instituição, sendo o assunto mais abordado os problemas enfrentados pelos estudantes no campus.

A acadêmica Larissa Chaves é natural de Redenção do Gurgueia, cidade localizada a 60 quilômetros de distância de Bom Jesus, revela que os alunos precisam alugar um ônibus para irem à Universidade, pois não existe amparo do transporte universitário. “Muitas pessoas vêm de Redenção para estudar aqui. Como não tem ônibus que nos traga até a universidade, temos que fretar um pagando individualmente a taxa de R$200. E isso ocorre com muitos que moram em outras cidades vizinhas”, declarou.

A estudante Malissa Freitas comenta que um dos principais problemas no Campus é o desuso do local, que funciona apenas no período noturno e aos sábados. “Fico triste ao ver a universidade passar o dia todo sem aula, chega a ser vergonhoso. Poderia ter cursos durante o dia também, abrindo mais espaço para as pessoas estudarem”, comentou.

Problemas com os professores foi a reclamação da aluna Gisele Santos, que se sente prejudicada pela falta de docentes efetivos. “No meu curso só tem um professor efetivo, os demais são substitutos, o que prejudica algumas atividades de pesquisa e extensão”, apontou.

Após a sabatina, Valter Alencar realizou um passeio pelo campus, conversando com os alunos sobre os problemas relatados. Ele considerou a situação enfrentadas por eles como vergonhosa, sendo necessária maior atenção ao campus. “Uma universidade como essa não pode funcionar apenas um período. Se eleito, trarei mais cursos para o campus, incentivarei a realização de concursos para professores, além de melhorar a estrutura, para que os estudantes de Bom Jesus e região possam ter um ensino superior com dignidade”, finalizou.