Câmara de Teresina discute trabalho dos artistas de rua


Aconteceu na última quinta-feira (06/06), na Câmara Municipal de Teresina, uma audiência pública para discutir sobre as atividades dos Artistas de rua em lugares públicos e sobre a valorização dos mesmos. A audiência, proposta pelo vereador Enzo Samuel (PC do B), contou com a presença de diversos artistas de Teresina e de outros estados.

Os artistas contaram as suas experiências e as dificuldades que encontram no trabalho nas ruas

Para o vereador, a audiência foi um importante passo para estreitar as reivindicações feitas pelos artistas de rua.

“A audiência foi muito importante, pois como sempre falo, a arte inspira atitudes positivas e propõe uma forma otimista e desafiadora de interagir com o mundo, a arte possibilita uma transformação social e humana muito grande, ela transforma, resgata e precisa sim ser valorizada e incentivada. Poder ouvir e discutir com quem realmente tem propriedade do assunto é sempre válido e essencial para avançar.” Disse Enzo

Segundo ao artista Jimmy, palhaço do Grupo Vagão, não foi encontrado nenhum tipo de oposição na Casa e a possibilidade da Lei ser aprovada é real.

“Estamos muito satisfeito com a discussão de hoje e vejo que em breve teremos a aprovação da lei.” Afirmou

Uma das solicitações dos Artistas foi referente a divulgação da Lei para as autoridades.

“Não adianta apenas aprovar a Lei, ela precisa ser amplamente divulgada para que todos tenham conhecimento dela e que os artistas possam trabalhar de maneira livre.” Concluiu Jimmy

O vereador Enzo Samuel ouviu os artistas de rua e pretende trabalhar para responder as reivindicações

Segundo o Gerente de Promoção Cultural da Fundação Monsenhor Chaves, Paulo Dantas, a audiência pública foi um sucesso e mostrou para os artistas que eles estão sendo lembrados pela Casa.

“Essa audiência mostrou que os artistas de rua estão sendo lembrados pelo poder público e que quando a pauta é arte, não existe ideologia partidária. Foi uma discussão válida com importantes avanços,” afirmou Paulo.

Para Jordan Macêdo, músico e artista de rua, a audiência foi um passo muito importante para a classe em Teresina.

“Essa audiência foi muito importante, pois minha classe, classe musical, teve a oportunidade de expor ideias e reivindicações para o poder público sobre nosso direito de apresentar a arte em locais públicos, em coletivos, sem burocracia e sem desrespeito,” disse Jorda.

A atriz Sandra Loiola exerce um trabalho artístico com uma veia social e explica a relevância da aprovação da Lei.

“É muito significativa uma pauta como esta, nós artistas de rua temos que ter nossos direitos assegurados para podermos levar nosso empreendedorismo cultural e mensagens para sociedade. E eu acredito que a provação da lei vai possibilitar uma abertura coletiva, não só para os artistas do estado, mas sim para os artistas de todo o Brasil. “ Finalizou Sandra.

 

 

 

 

 

 

 

Fonte: Ascom